terça-feira, 7 de outubro de 2008

A MEDIDA DO AMOR É AMAR SEM MEDIDA

No início do ano pastoral, esta frase de Santo Agostinho, tem a força necessária para nos por em marcha até esse amor infinito que nasce do lado aberto de Jesus.
A medida do amor, será um belíssimo guia para nós que nos preparamos para viver este ano Paulino. Santa Teresa do Menino Jesus ajuda-nos neste propósito, servindo de modelo e guia numa vocação do Amor. Desafio que cada um descubra e aprofunde a sua vocação de amar.

A linguagem do amor, que será o mesmo que dizer a linguagem do reino dos céus, é a única que pode fecundar os nossos actos, as nossas palavras, os nossos pensamentos.
Afinal, a Cruz é a expressão última desse amor, derramado por nós, para nos fazer crescer e frutificar. A cruz é esse arado que cuida da Vinha do Senhor, é a Fonte que a rega, é o Sol que a ilumina.
Fomos resgatados por alto preço, no dizer de São Paulo, pois que Deus nos conceda o seu Espírito de sabedoria e de coragem para sermos merecedores e anunciadores desse preço, que é o próprio Jesus.
Olhemos para a cruz que é nosso guia, mas não esuqeçamos também de olhar para o Senhor Ressuscitado, razão da nossa esperança, da nossa ETERNA ALEGRIA.

1 comentário:

Inês disse...

LOL
conheço esta obra de arte de algum lado......
Inês.