quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

bem diz Coelet...

meus queridos e amados amigos...
não tenho tempo...
a verdade é que eu tenho imenso tempo, mas gasto-o em coisas, que considero mais úteis do que aqui... mas bem sei que muitos de vós esperam ansiosamente que eu escreva, pois vou ouvindo "n" vezes "nunca escreves nada", só para saberem de mim... e eu continuo sem escrever...
os post's neste blog, quase que parecem potes de porcelana ming!!raros.mas bons.
bem, este post vai ser todo, ou quase todo em letras minusculas, porque vou falar do passado... porque quero e "me apetece" (isto foi à espanholado).
tenho feito mil e uma coisas, desde que falei a ultima vez de mim, neste espaço e isso foi lá para junho.
fui a itália com a paróquia, foi uma viagem fantástica! que gostei muito, principalmente por ter podido levar o meu povo, a ver coisas tão bonitas, algumas que desconhecia;fiz amigos.que bom.
para o ano, que está quase a chegar quero leva-los ao egipto/israel, numa peregrinação "para começarmos" onde tudo começou!
em setembro fui com uns amigos para o meu 3º caminho de santiago a pé: FENOMENAL.OBRIGADO.
fui descansar e visitar creta, ilha grega... lindo, vale muito a pena. encantei-me com a linda cidade de chania.
fui ao brasil, mais propriamente ao rio de janeiro, já em outubro... a canção tem razão: cidade maravilhosa, cheia de encantos mil... estou apaixonado pelo RIO.
voltei e cá estou...
tenho andado a recuperar a minha vida social...a bimbi do joão e da andreia, faz pizzas muito boas, ou são as mãos do joão?amigos meus. tenho estado mais vezes com outros amigos.obrigado rita e miguel, foi muito bom. mas ainda não todos!hà amigos que desejo muito ver. há amigos com quem quero muito estar, para desabafar. quero ir ver a minha afilha miriam, porque a mãe dela mata-me se eu não for... gosto tanto daquela boca amuada da minha querida miriam. beiço sisudo.
tenho resgatado amizades, perdidas no tempo! isso faz-me sentir feliz.muito feliz.
1116: Cristo é doce: venha cá!! foi um convivio muitissimo bom, fez-me bem.
a creche de santa teresinha tira-me muito tempo, mas não me tira o sono.
tenho confessado a potes, e preciso de me ir confessar.
ando a fazer o advento numa especie de noite escura da fé... preciso que este Deus menino nasça para mim...
na minha familia, ganhamos um "menino(a)" Jesus: a minha querida sobrinha Ines... foi muito desejada, esperada e agora amada... bem vinda sejas... princesa, como diz o teu pai.
estou cansado, mas feliz...
"sou um preligiado" como alguém que tanto gosto, adora dizer-me, provocando-me.
e por tudo isto bem diz coelet: não tenho tempo.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

um poema para rezar...

Com o sol que se levanta
Nossa voz Senhor, se eleva,
Para que na vossa graça
Amanheça novo dia.

Moderai a nossa língua,
A mentira não nos manche,
Nem o erro, nem palavras
De ostentação e discórdia.

Seja puro em nosso peito
O coração que nos destes
E jamais a nossa carne
Se torne escrava do mal.

E quando a tarde descer
E quando a noite chegar,
Cantemos a vossa glória
Esquecendo-nos do mundo.

Glória a Vós, ó Pai eterno,
Glória a Vós, Senhor Jesus,
No Espírito divino
Pelos séculos dos séculos.

Hino da da liturgia das horas

sábado, 14 de novembro de 2009

fertilidade muçulmana e fertilidade católica

"...vale a pena ver como estamos a morrer sem alaridos, em silêncio, longe das câmaras ou holofotes, sem extensas coberturas noticiosas, onde os lobbies maçónicos ou homossexuais não manipulam. Afinal, a vida sexual do mundo ocidental, no mínimo, longe de ser pujante, como muitos a gostam de mostrar, é própria de impotentes e inférteis!..."
Este texto não sendo meu, diz exactamente aquilo que eu penso sobre o assunto!
pobre velho mundo!

video

sábado, 24 de outubro de 2009

saramago: novo compendio de estupidez, revisto e aumentado!

Fico muitas vezes perplexo com a ignorancia acerca das "coisas da Igreja"...
mas nestes tempos, fiquei estúpido com a estupidez do nosso" prémio nobel.

na verdade, as declarações "do elefante" são a confissão da douta ignorância deste senhor, que é inteligente usando a Igreja num golpe baixo, mas publicitariamente inteligente, para promover-se e ao seu último "trabalho" literário!

Gostava apenas de dizer ao senhor Saramago, que os seus livros também não me inspiram simpatia, e percebo que não perceba a Sagrada Escritura. É porque, ela é linguagem de fé. Ela é a vida nua e crua de um povo, que mesmo nos seus erros luta por encontrar a Verdade, isto é, o seu Deus.

Admito que o senhor Saramago nos seus livros não busque nada, e por isso não há que admitir nada, e por isso não erre, e por isso não ficará nada...

senhor Saramago. A Sagrada Escritura fala de vida, sabe o que isso é? A vida não se enfeita só com coisas boas à maneira de um romance. A vida admite-se, purifica-se e vive-se!
Já alguma vez experimentou fazer isso?
Experimente contar a sua vida a Deus, com verdade e em verdade e verá que se admira com as coisas nojentas que foi capaz de fazer. Com as coisas consideradas "maus costumes" que ousou experimentar... fazer... praticar!
É verdade que o Povo de Deus já fez muitas coisa errada, e o senhor não fez!?
E o que fazer com essas coisas? esconder de Deus? Nós católicos não escondemos nada D'Ele porque não é possivel esconder. Pedimos perdão. Purificamos a nossa vida diante D'Ele. E seguimos em frente, tentando não cair outra vez...

senhor Saramago, há livros que se escrevem. Há outros que se vivem e depois contam-se?
eu depois faço-lhe um desenho!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

a propósito de eleições e parlamento

Não me responsabilizo pela linguagem... daqui a dois dias o governo encerra-me o blog! Também isto está tudo desactualizado!

Os factos reportam-se ao Brasil, não tem nada de semelhante ao nosso pais, cujo governo e instituições públicas e privadas, funcionam "quais relogios suiços"...

a propósito de ontem, parabéns à minha amiga "salazarista" video

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

o HOMEM que caiu num buraco...

um presente da minha amiga salazarista... video

...que partilho com todos os meus amigos... especialmente os meus queridos amigos pagãos...

terça-feira, 21 de julho de 2009

em peregrinação...

Dou por mim a escrever o titulo deste "post" em peregrinação... mas afinal não estou sempre em peregrinação... bem, passemos à frente.
Queridos amigos, inimigos, e assim assim...
Estou de partida para uma peregrinação: a Itália. Vou amanhã (22 julho) volto a 29 de Julho.
É uma aposta minha em fazer um périplo pelos túmulos de muitos dos nossos santos. Começamos em S. Marcos, Apóstolo em Veneza, passamos pelo nosso amado Santo António de Lisboa, sepultado em Pádua, Santa Catarina de Sena... Depois seguimos até ao nosso estimado Pai S. Francisco de Assis, e continuamos para o seu filho e meu Pai Espiritual S. Pio de Pietrelcina, sepultado em San Giovanni Rotondo. Seguimos para Roma onde nos prostramos aos pés de São Pedro e São Paulo.

Como nos é impossivel caminhar sem oração peço-vos isso, que me acompanheis na vossa oração.

unidos no coração...
p.casimiro

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Contos Infantis-mega fm: fantástico!!

este é um "post" que dedico de modo particular, aos meus dignissimos amigos educadores infantis, e professores de 1º ciclo. É uma excelente proposta para começarem o próximo ano lectivo... que tal? abraços

idolos - dança

video

o artista é sempre um artista, e o rapaz é um bom artista!!

Peregrino: a música.

video

segunda-feira, 29 de junho de 2009

FESTIVAL BANDAS CATÓLICAS: prémio melhor letra

Pomos a nossa esperança no Deus vivo que é o Salvador de todos os homens
(ITim.4,10)


Ao meu querido amigo Fula, que me desafiou a escrever,
Ao coro da Senhora da Conceição que musicou e cantou…


Peregrino

Sem tempo, espaço ou história
Para dar ou para receber,
Sem mãos para fazer ou memória
Por onde possa escrever.

Sem passos, ou traços de bordão
De outro à frente, percorridos,
Sem pauta, ou cordas de refrão
Onde guie meus ouvidos.

Só teu rosto para olhar
Só teu braço para me apoiar,
Só tua mão para me sustentar
Só tua Palavra para confiar.

Só tua luz para me guiar
Só tua fé para me saciar,
Só teu amor para me vivificar
Só a tua cruz para me salvar.

Nas cordas da tua Palavra
Quero, desejo me prender,
Das pedras das tuas fontes
Corre a água para beber.

Das pegadas do teu caminho
Tenho a certeza de não ir sozinho,
Nas veias da tua mão
Tenho a vida do meu
coração.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Homens da Luta: "E o povo, Pá?"

ele há coisas...apetece-me dizer isto ao nosso governo. Nosso porque mesmo que tenhamos ou não votado nele ...é nosso...

terça-feira, 14 de abril de 2009

o Pobre Homem do jumentinho…

...eis-nos ás portas da Cidade Santa, prontos a entrar e a para viver a Páscoa do Senhor.
A multidão arranca ramos de oliveira, palma, alecrim… e no ar já se sente um forte odor de rosmaninho…
Alguém pobremente trajado, sobe a colina sentado num jumentinho!
Esse mesmo homem pára diante de ti e olha-te. Consegues sentir a profundidade desse olhar?
Abandonamos a entrada da cidade e vamos até ao calvário, onde já não encontramos ninguém segurando nenhuma palma de vitória. Jesus, aquele a quem alguns escandalosamente chama de Cristo, está a ser constantemente açoitado e por fim é deitado na Cruz, onde o prendem. Ainda consegues ouvir as pancadas secas do martelo?
Ao olhar em volta descobrimos que todos abandonaram o Pobre Homem do jumentinho. Há um silêncio de morte. O medo apodera-se dos pobres homens pecadores.
Jesus é depositado no seio da terra, e ouve-se alguém repetir timidamente: “terei eu de voltar de novo ao ventre de minha mãe?” (Jo 3, 4)… Um outro prefere recordar um fragmento de uma parábola meio esquecida: “se o grão de trigo não morrer não dá fruto”(Jo 12,24).
O silêncio aumenta e o peso do pecado aumenta no coração do pecador. Jesus desce aos infernos e vai salvar Adão.
Mas o silêncio do jardim é abruptamente interrompido por uma “louca” mulher que grita ao descobrir que roubaram o corpo do seu Senhor. Há quem diga que enlouqueceu de amor e como não enlouquecer perante Aquele que tudo me perdoa porque tanto me ama (Lc 7, 47).
Afinal o homem do jumentinho, já não está no ventre da terra, porque dizem eles que ressuscitou! E eu que digo ao mundo?
A pobre mulher não aguenta de felicidade, e desata a contar a todos que o seu Senhor não morreu e ressuscitou. Não tem medo de a prenderem, de lhe chamarem louca, ou de dizerem que era sua amante. Ela só sabe uma coisa: o seu Senhor não morreu e ressuscitou.
E eu? Será que já sou capaz de ir ter com meus irmãos e dar provas do triunfo da vida sobre a morte?
imagem: Entrada de Jesus em Jerusalém, Giotto, séc. XIV, capela de Scrovegni, Pádua, Itália.

segunda-feira, 16 de março de 2009

Esta Quaresma quero que te molhes...

porque já todos devemos estar fartos de coisas tíbias, que tal nos molharmos a sério!?

sábado, 21 de fevereiro de 2009

encontrar aquele que nos procura...

Quero encontrar o meu Senhor...
Ando com este pensamento a alguns dias... Quero de verdade encontrar o meu Senhor. O lançamento das empreitadas, de concurso de fiscalização, organização semana santa, e sei lá mais o que, tem-me afastado da razão da minha vida...
É tão fácil perdê-lo que preciso urgentemente de o encontrar.
Hoje pelo menos consegui estar um pouco mais tranquilo, e dou graças a Deus pelo retiro de hoje, porque me deu a hipotese de saber que preciso de parar seriamente...
Quando conseguirei?
O que me melhor define neste momento é a frase de madalena em Domingo de Páscoa: "Se foste tu que o levaste, diz-me onde o puseste para que vá buscá-lo"...

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Paulo de Tarso: "O Cego de Deus"

Neste ano Paulino, vale a pena perseguir este grande homem da nossa Igreja. Paulo de Tarso, Apostolo, Doutor das Gentes, ou simplesmente o "Cego de Deus"...

domingo, 8 de fevereiro de 2009

RAP Pino Lino

Até não tenho grande simpatia por estes tipos... mas esta está fantástica... simplesmente genial...

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

“Não quero que andeis preocupados”

Neste primeiro domingo de Fevereiro São Paulo lança aos Coríntios um desafio, que nos dias de hoje parece ganhar muita actualidade: “não quero que andeis preocupados”.
No dizer do Apostolo das gentes, parece que qualquer pessoa é especialista em ter preocupações. E nos nossos tempos não é diferente, e são tantos aqueles que sucumbem sob o peso das preocupações, caindo em doenças graves como a depressão, o stress, etc…Não quero que andeis preocupados, diz-nos São Paulo. Não deverei eu libertar-me de todas essas preocupações, para ter uma só preocupação: ser feliz!?

O Senhor Jesus diz-nos para tomarmos o seu suave jugo, porque a sua carga é leve. Cristo é este nosso libertador, dos pesos, das cadeias, das preocupações, das nossas finitudes. O Messias vem para nos libertar de todas as nossas preocupações, mas o escandaloso é que nós passamos a vida a criar preocupações.
Bobby McFerrin imortalizou a expressão de Meher Baba “don’t worry be happy. Deviamos empenharmo-nos mais neste esforço.
Imagem: Caminhante Sobre um Mar de Névoa (1818), Gaspar David Friederich (1774-1840).

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Amor em Santorini...

Quando se ama... dá-se a vida... até um animal percebe isto!!
Divirtam-se

video

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

começar...recomeçar...mais uma vez...

Porventura este não será o modelo de padre, mas a minha vida tem sido assim: um constante recomeço!
Pois bem, eis-me de novo num recomeço, pois mudei de casa... e agora sim, para a casa paroquial.
E apesar da dificuldade que é mudar de casa, aprende-se muito... Aprende-se a desprendermo-nos; aprende-se a deixar aquilo que não é importante; aprende-se que a sabedoria pesa muito; aprende-se a pensar duas vezes antes de comprar alguma coisa...
Cada vez mais dou razão ás mudanças de paróquia. Estas desinstalações fazem de nós pessoas mais arrumadas, organizadas, mais limpas, mais disponiveis... no fundo mais configuradas ao Senhor Jesus, prontos a partir... E a propósito destas mudanças lembrei-me desta foto tirada no Cabo de Sagres...
Não será o padre um navegador, pronto a deixar tudo, para dar um novo mundo aos mundos?

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

É tempo de recomeçar…

Para recomeçar é bom relermos as palavras de Qohélet (Eclesiastes) em 3, 1-8, e voltarmos a pensar no nosso tempo e o que fazemos dele.
O que fazemos nós do nosso tempo? Como o gastamos? Como o aproveitamos? O tempo é, também ele um dom, é um outro talento sobre o qual também teremos de dar contas ao Senhor do tempo quando Ele vier.
No início deste ano seria bom que reflectissemos no tempo que Deus nos concede, como uma proposta ou um convite para recomeçarmos. Recomeçar não é olhar para trás com pena daquilo que não temos, não somos ou não fizemos.
Recomeçar é agarrar em tudo aquilo que fiz e não fiz e aprender com isso. Recomeçar é fazer mais e melhor. Recomeçar é porventura agarrar no meu pecado, purificá-lo e com ele construir. Também as grandes construções se fizeram com pedras cheias de imperfeições. Não devemos esquecer que a Pedra angular de Deus foi aquela que os construtores rejeitaram. Recomeçar não é fechar os olhos àquilo de que não gostei, é fazer disso mesmo também uma lição de vida.
Ano novo é por isso, tempo de recomeçar. Não é tempo de fazer tudo de novo, pois assim só se cometem os mesmos erros. É tempo sim, de agarrar as lições que aprendi e ir mais longe.
Recomeçar, é olhar de novo para o presépio de Belém e depois de adorá-lo voltar a casa, mas por outro caminho.
Santo ano, cheio das bênçãos e graças do Senhor.
imagem: MOISÉS, carvão s/papel, colecção particular.