segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

“Não quero que andeis preocupados”

Neste primeiro domingo de Fevereiro São Paulo lança aos Coríntios um desafio, que nos dias de hoje parece ganhar muita actualidade: “não quero que andeis preocupados”.
No dizer do Apostolo das gentes, parece que qualquer pessoa é especialista em ter preocupações. E nos nossos tempos não é diferente, e são tantos aqueles que sucumbem sob o peso das preocupações, caindo em doenças graves como a depressão, o stress, etc…Não quero que andeis preocupados, diz-nos São Paulo. Não deverei eu libertar-me de todas essas preocupações, para ter uma só preocupação: ser feliz!?

O Senhor Jesus diz-nos para tomarmos o seu suave jugo, porque a sua carga é leve. Cristo é este nosso libertador, dos pesos, das cadeias, das preocupações, das nossas finitudes. O Messias vem para nos libertar de todas as nossas preocupações, mas o escandaloso é que nós passamos a vida a criar preocupações.
Bobby McFerrin imortalizou a expressão de Meher Baba “don’t worry be happy. Deviamos empenharmo-nos mais neste esforço.
Imagem: Caminhante Sobre um Mar de Névoa (1818), Gaspar David Friederich (1774-1840).

1 comentário:

Lourdes disse...

É uma mensagem que enche o coração, e em qualquer situação vou lembrar: “don’t worry be happy”.
Obrigado… vou empenhar-me